we grow 3
fire sale 3
thumb

O mercado de produtos e serviços relacionados a cannabis está em plena expansão, movimentando a economia e os negócios, especialmente nos países ou estados que já regularizaram o uso da planta, com estimativa de valer cerca de R$ 21 bilhões de dólares em 2021. E mais do que oferecer dispensários com flores, extrações, ou comestíveis, a indústria por trás vem apresentando soluções criativas, e encontrando sucesso através de aplicativos ou startups, unindo tecnologia e maconha, promovendo informação, diversão, e até mesmo conforto para diversos usuários que têm acesso a tudo isso utilizando apenas o celular. 

 

Um app que vem sendo bastante utilizado, especialmente por cultivadores ou quem está iniciando no cultivo próprio, é o WeGrow, pois mais do que acompanhar o seu cultivo desde a germinação, até a cura final, ele também possui um boot chat que vai ensinando como cultivar, ou seja, ele é educativo, e amplia muito o conhecimento, pois vai acompanhando tudo através das fotos que você mesmo faz de suas plantas. Ele lhe dá diversas dicas úteis, já que além de ser um excelente aplicativo, o CEO da WeGrow, Mason Levy, é cultivador, e defende seu uso enquanto alimento e medicamento, sendo considerada pela startup, uma planta economicamente acessível e natural para o planeta. 

 

 

 

 

O WeGrow  participou de um programa de aceleração na incubadora especalizada em startups canábicas CanopyBoulder, do Colorado, onde outro aplicativo já mais conhecido do público brasileiro também recebeu investimentos e consultoria para crescer ainda mais, o Who is Happy, plataforma focada em conectar consumidores de cannabis, que está preparando o lançamento de uma nova versão com chat e versão em português e espanhol, e tem como criadores os publicitários João Paulo Costa e Henrique Torelli. Com mais de 250 mil usuários, espalhados em diversos países, mas especialmente no Brasil e nos Estados Unidos, o Who is Happy é um dos preferidos da galera que quer mostrar, de maneira privada, onde está fumando, além de mostrar dispensários entre outros estabelecimentos comerciais relacionados com a cannabis. "O usuário tem essa necessidade de interagir com sua outros consumidores de cannabis, e cada vez mais os aplicativos estão facilitando essa troca de informações, promovendo o diálogo", avalia João Paulo Costa.

 

 

Quando se fala em conforto para usuários que já estão vivendo em países em que o uso da maconha é regularizada, o Firesale é uma ótima opção para a busca de "deals", funcionando como uma plataforma web que localiza os dispensários mais próximos, a tecnologia desenvolvida acessa o estoque para pesquisar os melhores preços, tudo isso com filtros de sua preferência que podem ser preenchidos antes da busca, que resulta em "deals", ou seja, promoções de cannabis e concentrados que podem ser reservados através da plataforma e retirados no dispensário ou solicitados para entrega na porta de casa. Quer mais conforto que isso?

 

O Firesale foi fundado por Damien Payne e Clay Nutting, e também foi um produto inovador que passou pela aceleração da CanopyBoulder, e assim como o WeGrow e o Who is Happy, faz parte da 2º edição do festival Ganja Talks - 30 anos do Verão da Lata, que rola em São Paulo. Seus fundadores inclusive vão falar mais sobre esse mercado em um dia inteiro dedicado a negócios sobre cannabis que acontece no dia 30. 

 

 

 

Imagens: WeGrow; Who is Happy; Firesale