Dinheiro que dá em árvore: US$ 1 bilhão em maconha

A Canopy, que tem sede em Smiths Falls, Ontário, se tornou a primeira grande produtora do mercado de maconha do Canadá quando sua capitalização superou a marca de 1 bilhão de dólares, no ano passado. As informações são IstoÉ Dinheiro.

A política de legalização das drogas, em especial da maconha, adotada por alguns países, como o Canadá, está produzindo seus primeiros grandes conglomerados do setor.

No final do ano passado, a canadense Canopy Growth se tornou a primeira produtora de maconha a atingir um valor de mercado superior a US$ 1 bilhão – ela chegou a valer US$ 2 bilhões na Bolsa de Valores de Toronto. Atualmente, ela é avaliada em cerca de US$ 950 milhões.

A companhia, fundada por Bruce Linton, um ex-executivo com experiência nos mercado de tecnologia e infraestrutura, é dona de quase a metade do mercado medicinal da planta no Canadá.

Linton, no entanto, tem planos mais ambiciosos. Em entrevista ao site da publicação americana Business Insider, ele disse que pretende montar uma empresa verticalizada, que não apenas plante maconha, mas produza produtos derivados, como óleos e pílulas.

 Dinheiro que dá em árvore: US$ 1 bilhão em maconha

A Canopy espera faturar US$ 12 milhões no seu atual ano fiscal, que se encerra em março. O potencial de ganhos é muito maior. Este ano, o governo canadense deve liberar o consumo recreativo da droga. Com isso, esse mercado deverá saltar de US$ 869 milhões, em 2016, para mais de US$ 20 bilhões, segundo estimativas.

(Nota publicada, por Rodrigo Caetano, na Edição 1009 da Revista Dinheiro)